Páginas

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 22

Episódio 22 | Festa em Casa e Corrida Low Rider

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Estava indo ver o Rodimus outra vez e desta vez era de noite e fui levar a Anita comigo, assim, ela conhece esse maluco. Chegamos lá e parece que ele está bravo.

-Ei, foda-se cara! – diz Rodimus. – Eu não ligo para o que você ouviu, eu não sou técnico de bunda de ninguém, puta!
-Ei, o que houve Rod? – pergunto.
-“Técnico” não é gangster. Isso que aconteceu.
-Eu ouvi.
-Ouça Optimus, se eu vou voltar a ver o sol nascer quadrado, antes eu tenho que dar uma grande festa. Esse é o único jeito de eu ser ouvido.
-Sei.
-Quem é essa bonitinha?
-É A Anita. Minha namorada.
-Olha só o cara hehehe. Já tem uma gata.
-Hihi, obrigado Rodimus.
-Mais, qual é o plano Rod? – pergunto.
-Bem, eu vou voltar para a Groove Street e pegar aquele som que você me arranjou.
-Tá e o que você quer que eu faça?
-Eu quero que você fique pronto para a festa. Ah, e pode levar sua gata junto.
-Tá...
-E Você Anita, fique gostosa para a festa de hoje, de verdade, precisamos de gatas com biquini, se é que me entende?
-Tá bem.
-Eu te falei Prime, eu sou o cronista da nossa luta, a voz da Groove, como Moisés, somente caindo na real? Entende?
-Sim sim.

Depois de um tempo, ele foi para a festa e nós ficamos aqui. Anita colocou um vestido lindo, era vermelho e comprido. Ela estava linda e eu coloquei um terno que ela tinha nos dado. Estávamos na casa dela, pois eu vim busca-la. Quando eu estava dando um beijo na Anita, meu telefone toca. Porra, agora.

-Ei, Prime? Como vai?
-Ah, é você Rodimus?
-Essa festa tá bombando. Aqui tá cheia de putas doidinhas para dar. Você e sua namorada vem não é?
-Agora que você disse que tinha putas...eu não sei. Talvez a Anita não goste disso.
-Mas a gente teve um desastre. Eu não vou poder cantar. O Microfone que quebrou e além do mais, é só você transar com sua namorada lá mesmo e você não olhar para as putas.
-Tá tá. Vamos ver se a Anita topa.

-Ei, peraí Optimus! A Festa dele vai ter putas?
-Vai meu amor.
-Eu não quero que você vá essa festa, e eu agora, também não vou. Me arrumei tão bem, pensava que ia ser uma festa elegante.
-Eu também pensei mas...não foi bem assim. Vem comigo Anita, por favor.
-Tá bom. Mais não fique olhando para aquelas putas.
-Sim, linda, sim.

Seguimos até a festa, sorte que o lugar era onde o Rodimus morava antes de ser preso. E Lá vamos nós.

-Sim, sim, sim. Esse sou eu Rodimus Prime, bem aqui, baby...E eu vou...vou soltar essa para todos os meus amigos gangsters...todas as minhas putas gangsters...Falando sobre gangster, olha meu amigo Prime e sua namorada cheirosa bem ali, ei qual é Prime e Anita?
-Ai, pensei que a porra do microfone estivesse quebrado. – resmungo.
-Como ele canta mau. – diz Anita.
-Pois é.
-E Aí amigo?
-Tudo bem, Longarm.
-Todos os caras estão lá fora, bem longe dessa música irritante.
-E Ruim. – diz Anita.
-Ai, estou furioso. Devia ter te escutado Anita. A Gente deveria ter ficado na minha casa e a gente transaria lá. Aqui não dá para transar não.
-Viu só, Optimus?
-Vem, vamos sair lá fora.

-Sou o cara no lugar, um murro na sua cara, uma arma na minha cintura...É O RODIMUS PRIME!!!

-Por All Spark, essas músicas são horríveis! – diz Longarm.
-Ele precisa de um trabalho, cara. – digo.
-É Sim, Longarm. – diz Anita.
-E Aí gente? – pergunta Sentinel.
-Beleza, Sentinel? – pergunto.
-Oi Sentinel. – diz Anita.
-E Aí cara? – pergunta Longarm.
-Então, você está de volta na área né? – pergunta Sentinel.
-Mais é claro.
-Você é um verdadeiro assassino.
-EI!!! O que ele tem que eu não tenho hein? – pergunta Longarm.
-Do que você está falando, cara?
-Ei, calma aí tá bem?

De repente, um dos nossos homens vem correndo até nós.

-Ei, um grupo de Decepticons está vindo para cá.
-Parece que colocamos os Decepticons contra a parede, hein? – diz Sentinel.
-Ei, Prime, vamos lá, é a Groove. – diz Longarm.

-Optimus...
-Não Anita, desta vez não. Você fica.
-Mais Optimus...
-Por favor...não quero que se machuque.
-Tudo bem Optimus.
-Ai, droga. Vou pegar uma ajuda para nós! – diz Longarm.
-Ok. Peguem alguns carros e bloqueiem a rua. – diz Sentinel. – O Resto vocês já sabem.

Eles começaram a vir e nós metemos bala neles, quem manda eles virem onde não é chamado. Será que acabou?

-Ei, olhem, tem mais lá na ponte.

Haha, isso vai ser fácil. É Só dar um tiro aqui, e aqui e mais aqui e mais aqui e pronto, mais acho que virá mais.

-Tem mais vindo no beco.
-Vamos interceptar. Optimus, proteja o beco.

Nossa, agora tem muito mais deles, por All Spark, mais sorte que a gente conseguiu e meu amor, estava a salvo.

-A GROOVE REINA!!!! – diz Sentinel.
-Nossa, nunca vi os Cons atacando assim.
-Sim, eles ouviram que Optimus Prime estava andando com seu irmão de novo.
-Sim, com certeza.
-Vem. Vamos voltar para a festa.
-Merda. Quando o Rod sair do microfone, aí é que vai começar.

A Festa acabou e levei Anita para a casa dela e finalmente, posso descansar depois dessa porra dessa festa. E Agora vou ter que encontrar o Bumblebee.

Estou na terra dos Wreckers, pois Bumblebee queria me ver. Ele quer me dizer algo e também, me apresentar para o líder dos Wreckers. Apesar dele ser um líder, ele é um completo idiota. Bem, cheguei lá e vamos ver quem é o líder dessa turma.

-PRIMITO CABRITITO!!! Você conseguiu.
-Consegui o que?
-Ora, aparecer. Donde estabas? Ah, já sei estava com sua chica não é? HAHA
-Como sabe da Anita?
-Você me disse semana passada.
-Ah, é.
-Primito, esse é o Bulkhead, o líder del Wreckers!
-Olá.
-Mais você...você...VOCÊ NÃO É ESPANHOL!!!
-Não sou. Eu nasci aqui nos Estados Unidos, eu fui viajar para o México um dia e encontrei ele e formamos os Wreckers.
-Ah, sim entendo.
-Cabritito...o seu low rider está um máximo. Não é qualquer lata velha. Tem certeza que quer arriscar essa belezita?
-Sim. Essa corrida, vale quanto?
-É muitas pratas cabritito. Quem for o primeiro, ganhas as verdinhas. Com lá polícia ou sin a polícia.
-Sim, estou dentro.
-E Aproveita cabritito pra comprar algo para a gente não?
-Claro, e Bumblebee, mais uma coisa.
-Digas.
-Não me chama de Cabrito está bem?
-Haha, é meio complicado. Bumblebee mistura as duas línguas, e além do mais é como ele chama assim alguém que ele gosta.
-Por que Bulkhead? Ele te chamava assim?
-No começo sim, mais depois ele se acostumou.
-Ei! Nós vamos na corrida ou não?
-Claro, vamos.

Tive que seguir eles até lá. Bulkhead parecia ser um cara legal, pois tenho pena dele, pois tem que aguentar esse mala. Pois bem, chegamos lá e que comece a corrida Low Rider.


Estava no último lugar, mais eu consegui até ultrapassar o Bumblebee e o Bulkhead, estava tensa a corrida e consegui ser o primeiro e deixar aqueles merdas para trás. Muito bem, estava chegando ao local onde estava o dinheiro e estava chegando e chegando e CONSEGUI!!!! Cheguei!!!!! E Peguei como o Bumblebee dizia, as verdinhas. Hehe, bem, então, recebi o dinheiro e agora, vou para casa e comprar alguns presentes. A Maioria para a Anita, um pouco para o Sentinel, um pouco para o Longarm e o Jazz e claro, um pouco para o Bumblebee e o Bulkhead.

Nenhum comentário:

Postar um comentário