Páginas

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 36

Episódio 36 | Fazendo Negócios

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

-Nossa, esse é o maldito lugar? Nossa, eu vou acabar com aquele velho idiota. Eu devo ser o cara mais fodido do mundo.
-Calma Cabritito. Pelo menos, estamos vivos.
-Calma Prime, relaxe.
-Desculpe de alguma coisa Prowl, mais a única coisa que quero fazer agora é matar o cara que pegou o meu pai e também acabar com o puto do seu pai!
-Ei, eu sei que o meu pai é louco, mais não desrespeite minha família.
-Olhe, desculpem á todos, estou meio nervoso. Já estou vendo a gente nesse lugar estranho, e nosso nome, isso nem é uma garagem.
-Ah, então transforme isso em uma garagem.
-Boa ideia Bulkhead. Por que você não cala essa boca?
-Quer saber? Você é um idiota fodido. Você quer sempre procurar algo que não tem, e agora que conseguiu, não sabe o que fazer? Então, vamos transformar esse lugar.
-Pessoal, me perdoem por favor, quero o perdão de vocês, por favor, eu só queria meu pai de volta, meu irmão, minha família. Só isso. Eu tenho que andar.
-Optimus, me espera.
-Esperem. Conheço um bom mecânico. Eles eram daqui, até vender para os mafiosos de Los Bots, mais eles trabalham bem. Pode confiar.
-Então, iremos até lá. Vem comigo, linda?
-Claro.
-Só não transem na minha frente.
-Ai, vamos.

Eu tive que guia-los, sem mesmo conhecer a cidade direito.

-Como você os conheceu Prowl? – pergunto.
-Aparentemente, eu encontrei eles na 89, Prime In-Love.
- Aparentemente?
-Sim, você sabe, um campo d tendas, músicas muito loucas, um quarto de mescalina, vodka, ursos polares...
-Ursos Polares? – pergunta Anita.
-Sim, Eles são divertidos, na paz. Aqui é a terra do Vehicons, eles são barra pesada.

Chegamos até lá.

-EI JETSTORM!
-Ai Oi Prowl.
-Venha. Tenho um trabalho para você.
-Olhe, estou muito na dívida com você.
-Discutimos isso depois. Optimus, Anita, Jetstorm, Jetstorm, Optimus, Anita.
-Como vai cara?
-Oi.
-Vamos dar um pulo no hospital?
-Você está doente?
-Não, o governo, mais isso é uma longa história.


Chegamos ao hospital, mais eu não sei o que ele queria.

-Tá, o que viemos fazer aqui?
-Nada. Vamos observar.
-Tá, o que é isso?
-Vem. Vamos até onde eles vão.
-Espere. Falta mais gente não é?
-Ah é mesmo? Vamos lá.

Paramos bem no meio de um negócio de cachorro quente.

-EI JETFIRE! COMO VAI O NEGÓCIO DE CACHORRO QUENTE?
-Uma merda. Mais, ainda consigo sobreviver. Depois eu vou no lugar onde vocês querem.
-Fica em Doherty. Em uma garagem, em umas ruínas de construção. Vejo vocês lá.
-Ótimo. Agora iremos no centro de polícia, no centro.
-Você ficou louco? Não vamos não. – diz Anita.
-Calma gatinha, é melhor não pedir explicações, senão pode vir um cara e foder esse seu rabinho lindo.
-É Mesmo. Ouve ele gata.
-Nossa, isso está me apavorando com esse negócio de espaço.
-HAH! É Por que você não foi na Área 51, de qualquer jeito, vamos embora.

Chegamos á polícia, mais é melhor eu tomar cuidado.

-Você conhece o exercito. Não pareça interessado em nada.

Um carro forte apareceu e foi embora.

-Ok, melhor a gente ir.
-Qual é o próximo, cabeça espacial?
-Tem dois caras que conheço que entendem de tecnologia, mais trabalham em algo fútil. Eles são Marimar e Sérgio. Eles são donos de um clube que está indo á falência. Disse para eles se concentrarem em só tecnologia.

Fomos até o clube. Era bem bonito e lá estavam os dois, bem na porta.

-Olhe Sérgio. É O Prowl.
-O Que esse idiota maconheiro quer?
-Deixa disso, ele é nosso amigo esqueceu?
-E Daí?
-EI PROWL!!!!
-Marimar...
-Venham. Optimus precisa de vocês.
-O Que está rolando Prowl?
-Olhe Mari, Prime precisa da ajuda de vocês, como são expert em tecnologia...
-Ah sim, e depois vocês podem ir ao clube Vale Encantado, lá tem coisas legais, apesar de nós estarmos na falência.
-Sim, eu irei lá.
-Aqui é o lugar. – diz Prowl.

-Uma semana e conseguimos trabalhar nesse local. Ei Bee, venha aqui.
-O Que foi cabritito?
-Esse é Jetstorm, Jefire, Marimar e Sérgio.
-Olá amigones.
-Oi.
-Olhe Prime, eu e Anita achamos um jeito da gente ganhar dinheiro.
-Eu não vou para nenhuma faculdade.
-Não é isso. A Gente reforma isso e vende, ou melhor, a gente pode transformar isso em um negócio e assim a bola de neve cresce.
-Eu não sei meu amor...
-Olhe Prime, esse lugar vai se sustentar sozinho, e quando isso acontecer, teremos dinheiro.
-Olhe Bulk, eu não sei.
-Olhe vamos começar assim. Você e Bee se concentrem na garagem e deixem que eu e Anita trabalhamos nesse negócio de negócio ok?
-Hehe, esse é o gordito.
-Há, quem escolheu foi você, não eu hehe.

Ai, queria andar pela cidade, mais precisava...meu telefone? Quem será?

-Quem é?
-Desculpe, Optimus você está ocupado?
-Marimar? Não, é bom falar com você. O Que está pegando?
-Meu pai está quase vendendo o clube e Sérgio está quase concordando com ele. Não tenho onde ficar, a não ser ficar na casa do pai do Sérgio, mais a jararaca da madrasta dele me odeia.
-Ahh, olhe, estou investindo em um grande negócio. Vou fazer uma visita á vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário