Páginas

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 37

Episódio 37 | Disque Denuncia

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Mais um dia em San Prime e depois que eu voltei para a garagem, recebi uma ligação.

-Optimus, como está San Prime?
-Está fodida. Realmente queria que você estivesse aqui.
-Legal. Agora, você pegou o presente para aquele amigo meu, certo? Você sabe quem tentou colocar eu e o Ironhide em encrenca né?
-Sim.
-Por que você não coloca tudo dentro do carro dele e dá uma ligada para a polícia.
-Ei, filho da puta, eu não posso ligar para a polícia. Eu não dou a mínima se isso vai te matar, eu, ou o meu irmão. Companheiros de rua, não ligam para os tiras.
-Optimus, ele é um advogado Jurisdicional.
-É mesmo? E Onde posso encontra-lo?
-Ele está no hotel Yank Hoff, no Financial.
-Ah, claro.

Um advogado...ah, deve ser advogado dele, com certeza. Vai ser uma honra querer pegar ele, chega de ser bonzinho, agora, serei macabro. Vou matar qualquer um que ficar no meu caminho.

Fui até o hotel. O Que eu percebi, é que esses hotéis, funcionam como sistema de manobrista e como eu era um robô, eu precisava levar o carro dele lá dentro, mais eu transformado. Bem, eu vi um humano e um cybertroiniano entrando, já sei! Vou matar ele e tirar as roupas dele, simples.

Eu vi que ele estava entrando lá e eu precisava pegar a roupa dele, bem, ele deixou o carro lá e...hehe “prepare to die” hahaha. Usei o minha serra elétrica e dei uma de massacre da serra elétrica. Matei ele.

Depois disso, limpei ela um pouco e a vesti. Ainda bem que o cara era do meu tamanho, senão eu estava fodido. Cheguei lá e tinha dois caras humanos, eles tinham cara de encha o saco.

-Ah, você deve ser o novato. Fique aqui.
-Ah, cale essa boca.
-O Que?
-Nada.

Bem, fiquei lá e pelo que eu saiba, o advogado está dirigindo um Merit Azul. Eu tinha uma identificação, e não podia deixar ninguém pegar o carro. Bem, então, vamos esperar. Veio um carro, mais era verde, então, deixei o cara pegar. Aí sobrou aquele que me encheu o saco, e vamos lá, esperar, eu acho que esse cara está com problemas de ausência. Ele está olhando em um ponto fixo.

Tinha umas putas do outro lado da rua, e eu aqui esperando e...nossa, o que é isso velho? Nossa, olha essa puta porra, não, ela vai dar para o mendigo né? Se ele nem tem grana para pagar ele, mais enfim, opa. Lá vem o advogado.

-Esse é o advogado. Ele dá boas gorjetas.

Cara, nem queria saber velho. Só peguei o carro e pronto. Agora, vou colocar as ervas no carro dele, eu não tinha muito tempo. Tenho que ir lá na garagem. Só tenho três minutos. Cheguei lá e consegui colocar as drogas. O Prowl vai me matar quando ele descobrir que as ervas dele sumiu hehe.

Hah, estava indo lá e vi um cara viajando do nada. Que cidade louca, mais enfim, estacionei e o manobrista humano está chegando. Eu tenho que sair daqui e ligar para a polícia. Voltei e fiquei em uma distância segura, nossa, quem diria, eu chamando a polícia. Milagre isso. Vou ligar.

-Alô? É O Disque Denuncia? Eu vi uma coisa muito suspeita aqui no Hotel Yank Hoff. Acho que vocês deviam dar uma olhada...

Depois que liguei, uns cinco minutos eles chegaram. Eu só fiquei observando.

-POLÍCIA. NÃO SE MEXA!!!
-SAIA DO CARRO COM AS MÃOS PARA CIMA!!
-Você sabe com quem está se metendo, porra? – diz o advogado. – Eu vou querer seu distintivo retardado.
-CALE A BOCA!!! Você encontrou alguma coisa aí atrás?
-Se eu encontrei alguma coisa? Ele tem metade da Jamaica aqui. Deve ter umas duas toneladas de maconha aqui.
-O Que? Mas...eu nunca vi...como isso pode ser...?
-Que defesa extraordinária você tem agora?

He! Agora isso ficou bom. Bem, agora que esse merda foi preso, eu vou voltar para casa e...nossa, meu telefone. É O Bumblebee.

-Ei, Bee. O Que foi?
-Cabritito eu consegui informações sobre o bagulho do El Grande Jazzy. Descobri que ele envia dinheiro de segunda á sexta de Cybertropolis até San Prime. E Nas quartas e sábados ele leva a droga de volta para o El Grande Jazzy.
-Ok, ficarei de olho nele, e ver se não posso ficar com uma parte disso.

Legal, vou até lá. Vou ver se é longe pelo meu radar. Vamos ver, vamos ver SANTA MÃE DE DEUS!!!!
Hum...not bad!

Tô chegando lá, vou bater nesse carro e pá, peguei uma grana era isso que o Bee, me falou, que o Jazz faz transporte de drogas de uma cidade á outra, eu só estou interceptando, e pegando a grana pra mim.

Pronto, nossa, peguei 1200, APENAS! Bom, vamos voltar para San Prime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário