Páginas

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 45

Episódio 45 | O Encontro com os Cons

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Lá estava eu, passeando com minha linda, Anita. Ela precisava saber de algumas coisas que eu estava fazendo. Estávamos em uma praça da cidade e eu precisava revelar isso, pelo menos para ela.
-Anita, eu quero te contar uma coisa.
-Fala.
-Estou me encontrando com o líder dos Decepticons.
-O QUE VOCÊ DISSE???
-Calma meu amor.
-Optimus, você não sabe o que faz? Se ele descobrir que você é um Groove...
-Ele sabe que eu sou um Groove.
-Sabe?
-Sim, mais eu disse para ele que mudei de lado. Que sou um Decepticon.
-O QUE??? Optimus, essa foi a coisa mais absurda que você fez. Você é maluco ou o que?
-Anita, eu estou fazendo isso por que...ele sabe onde está o meu pai, ou melhor, ele sabe algo sobre Swindle.
-Optimus, se ele descobre que você está mentindo para ele, ele vai te matar.
-Não vai não. Quero que ele conquiste minha confiança, aí eu posso, mata-lo quando ele menos esperar.
-Ai Optimus...
-Calma meu amor...eu sei o que eu faço.
-Espero que saiba. Não quero que você se machuque. – diz ela me abraçando.
-Eu também digo o mesmo.
-Olhe, vamos até aquela fonte e sentar lá o que você acha?
-Tá bom Anita.

Sentamos perto da fonte. Era uma fonte bem bonita até. Em Cybertropolis era difícil de ver essas coisas. O Único lugar que conheço que tem essas coisas é o Parque Glen, mais enfim...

-Optimus...
-O Que foi?
-Deixa eu te chupar?
-O Que? Mais aqui?
-Ai, Optimus para com isso, só quero ver você feliz.
-Ah, sua diabinha.
-Eu sei que sou hihi.
-Tá bem, pode, mais logo vai que alguém veja.

Ela abaixou a minha calça e a minha cueca e começou a chupar o meu pau. Eu sentia algo muito estranho, mais tudo bem, percebi que tinha alguém olhando. São japoneses.

-Ô Xing Ling, olha lá.
-O Que foi Ling Lé?
-Olha a mina robô pagando um boquete pro cara.
-Hahaha, sério?
-Sim, tu não tá vendo?
-Claro que to.

-Anita, é melhor você parar.
-Por que? Você não tá gostando?
-Não é isso. É Que tem gente olhando.
-Ai ai ai.

-Poxa, eu queria ver mais.
-Ô XING LING, vem vamos embora.
-Mas...

-Anita, meu amor, vamos para outro lugar?
-Onde?
-Na cúpula do Prazer.
-Onde é isso?
-Vem. Eu te mostro. Lá podemos transar a vontade.
-Legal. Então eu vou.

O Que eu estava pensando? Levar minha namorada até uma cova dos Cons? Ah, mais eu era esperto. O Nojo antes de me chamar para aquele serviço tinha me mostrado um lugar em cima do prédio dele onde ficava um tipo de cabine onde tinha uma cama. Lá ficava sempre aberto, mais ninguém ia lá. Bom lugar para eu e ela irmos e o nojo não saber de nada.

-É Aqui.
-Vem, vamos entrar.
-Espere linda. Vamos pela aquela escadinha e vamos lá em cima está bem?
-Tá bem.

Subimos pela escada e eu vi a cabine. Ela estava aberta e sem ninguém. Ainda bem.

-Vem meu amor. Vamos entrar lá.
-Tá bem.
-Pronto meu amor.
-Então, Optimus, deita aí que quero aprontar com você.

Ela tirou a minha calça e minha cueca, mais como ela já tinha feito isso, eu pedi pra ela não fazer, aí tudo bem. Ela tirou a minha roupa e eu fiquei pelado, ai depois eu tirei a calça e a roupa de cima dela, a deixando de calcinha e sutiã.

Depois disso, ela sentou em cima de mim e eu entrei nela. Ela tirou o sutiã e comecei a beijar os peitos dela. Ela não parava de gemer e eu também não. Foi quando eu comecei a pensar na primeira noite que tivemos. Quero que essa seja a melhor de todas.

Mais quando percebi, era melhor nós dois pararmos, pois tinha alguém vindo.

-Optimus, porque parou?
-Tem alguém vindo. Rápido, vista sua roupa e vamos sair daqui.

Eu espiei do lado de fora, para ver quem estava vindo e vinha um cara com uns olhos estranhos. Anita veio até o portão e espiou junto comigo. Era esse cara estranho e o nojo.

-Optimus, quem são esses dois?
-Aquele ali, de cinza, é o Megatron.
-O Que? É O Líder dos Decepticons?
-Sim.
-E O Outro?
-Eu não sei amor. Vamos ver.

-E Como vão as coisas em Rio de Energon?
-Muito boas Megatron. A Polícia até me esqueceu.
-Acho bom. Você ainda está com aquele velho?
-Sim, mais acho que já vou me livrar dele.
-Ainda não. Vamos esperar mais um pouco. Onde você esconde esse velho?
-Embaixo do Cassino Quatro Dragões. Lá tem um pequena cena que os meus ajudantes, cuidam dele.
-Bom trabalho, Swindle!

Quando ouço esse nome...meu sangue começa a subir. Fico nervoso. Ele é o tal de Olhos Roxos, é ele!

-O Que foi Optimus?
-Vamos voltar para casa, AGORA!!!
-Está bem.

Quando chegamos fiquei louco, e comecei a gritar fortemente. Descobri finalmente quem pegou o Ratchet e onde ele está.

-MERDA, FOI ELE!!!! EU QUERIA ACABAR LOGO COM ELE!!!!
-Mais o que foi cabritito?
-Mais o que foi Prime?
-O Que houve grande chefe?
-O QUE HOUVE? EU FINALMENTE SEI QUEM PEGOU MEU PAI E SEI ONDE ELE ESTÁ!!!!
-Mais isso não es una cosa boa cabritito?
-É, mais o problema É QUE NÃO POSSO IR ATÉ LÁ, EU NÃO TENHO PASSAPORTE PARA IR AO BRASIL, Não tenho nada. Nem certidão de nascimento tenho...
-Calma Optimus, não chora.
-Como não? Eu sou um invisível no mundo.
-Pra mim você não é, e nunca será. Eu te amo Optimus. Nós somos sua família agora.
-É Cabritito, a gente te ama...no bom sentido.
-Obrigado, gente. Vocês, são agora minha família.

-Vem, Optimus. Vai descansar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário