Páginas

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 56

Episódio 56 | Drogas Explosivas

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Estava no escritório, sentado, pensando na vida, na minha família, meu irmão preso, meu pai com um psicopata e a lista continua aumentando.

-Cabritito, tu é um puta de um herói em Cybertropolis, contei para o meu primo.
-Não para o meu pessoal, eles acham que eu sou culpado por tudo o que está acontecendo. Eu tinha grandes amigos, que me deram as costas e foderam tudo. Amigos que eu conhecia desde criança.
-Mais e o Shockwave? Ele no era um Espione Decepticon.
-Ele é mais isso não tem nada a ver.
-Então, o que tu quer fazer, hein?
-Maldito Longarm, ele era meu amigo sabe e tive que mata-lo.
-Aquele espião mereceu! Sabia que ele tentou matar seu pai?
-...Não?...Sério? Ah merda! Você está certo, mas...
-Ei, se anime Primito, tu tá caindo cara. Tu fez algo bom.
-Sim, ele fez, mais ainda há muitas coisas há fazer.
-Sari? Não foi em Rio de Energon?
-Meu pai foi, mais eu vou depois.
-Então, o que tem em mente?
-Bem, seus ex-amigos tem uma fábrica de drogas aqui na cidade. E na minha opinião, você tem que se livrar disso.

-Alô?
-Optimus.
-Quem é?
-Eu trabalho para a Sari. Ela pediu para ligar.
-Sim, o que foi?
-Estou colocando um carro com um explosivo para você detonar a fábrica. Dê um pulo em uma garagem do centro.
-Legal. Estarei lá em um minuto.

Muito bem, antes de mais nada, vou comer um hamburger. Pronto, podemos avançar, estava andando por aí e talvez eu mude de roupa ou de estilo quando eu for para Rio de Energon.

Cheguei na garagem e me receberam lá.

-Ei, isso já está pronto?
-Sim. Tome. É O suficiente para poder explodir aquela fábrica. Ela é movida á um cronometro, assim dá tempo de você escapar.
-Legal, uma boa ideia.

Saí da garagem e fui até onde estava a fábrica, lá tinha alguns josneys e era só atropela-los. Isso vai chamar a atenção dos guardas.

-NÓS ESTAMOS SOB ATAQUE!!! ABRAM OS PORTÕES E ACABEM COM ESSE IDIOTA DE MERDA, AMIGOS!!!

Fui atropelando todo mundo e não to nem aí com isso e agora, eu tinha que achar uma rampa para poder colocar o carro bem no meio da construção. Vamos lá, vamos Nelson. Coloquei o carro lá, e fugi e ele EXPLODE HAHAHAHA!!!!!! Agora, eu preciso fugir dali.

Pelo portão principal, pelo portão...NÃO!!! FECHARAM O PORTÃO E AGORA VOU TER QUE USAR A GRANDE RAMPA PARA PODER PULAR!!!! Muito bem, impulso, e VAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!! CONSEGUI!!!!! DE VOLTA Á GARAGEM.

Ufa cheguei lá. Imagina se tem mais 200 carinhas me esperando? Vish e...telefone? Vamos ver.

-Sim?
-Aqui é uma amiga sua. Tenho informações sobre seu pai e seu irmão. Venha para a minha fazenda. Como soube que você e sua equipe iriam para o México, a minha fazenda fica em Tierra Robada.
-Quem é você?
-Não posso dizer agora. Traga seu traseiro até aqui.
-Meu pai sempre disse para “nunca” falar com estranhos.
-E VEJA O QUE ACONTECEU COM O PUTO??? ESTÁ COM UM PSICOPATA! Agora se quiser que seu irmão durma com uma língua, quando chegar em Tierra Robada, venha até aqui.


Quem será essa pessoa? Se ele sabe algo sobre o Sentinel, então, eu devo ir até lá. Amanhã mesmo, iremos até Tierra Robada e resolver isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário