Páginas

sábado, 19 de outubro de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 63

Episódio 63 | Clandestino

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

-Alô?
-Idiota de pinto pequeno!
-Yoketron. Eu sei que é você. O Que está havendo?
-Eu não te amo mais!

Vocês viram que eu comecei isso em grande estilo né? Com o Yoketron me ligando, enfim...nossa, o que é isso? Um avião e vários carros?

-Ah, o que Angélica está fazendo agora? Estou me sentido um pouco exposto aqui.

Eu corri e me escondo atrás de uma caixa, era uns caras estranhos. Avisei para os outros não saírem da casa de maneira alguma. Continuando...eu estava escondido atrás da caixa, quando a Angélica me aparece.

-Qual a sua parte nisso?
-Ai, ah merda! Pensei que eles fossem da sua equipe.
-Ouça Optimus, temos um problema. Alguns traidores de outro departamento acham que podem ajudar na “situação internacional” financiando ditadores militares em troca de um contrato armamentista.
-Ué? Não é o que você faz?
-Em teoria sim, mais nós escolhemos nossos ditadores, que podemos controlar. Temso que ficar longe deles, pois jaó justamente eles que lameiam as águas.
-Sim, certo.
-Certo, esse idiotas só podem ter roubado minas terrestres, e eles vão colocar lá no Oriente Médio e fazer um pequeno tumulto. Optimus, você gosta de mutilar os humanos. É só uma curiosidade...
-Humanos não, mais robô sim...
-Ótimo, o ponto é você e eu. Estamos iguais. Bom, é um trabalho sujo e alguém vai ter que fazer, mais se tudo der errado, vai causar um problema bem explosivo, por toda a América. Eu disse para o grande cara “Você está liberando para pegar esses fodidos. Como?
-O Que? Matar agentes do governo?
-Ah, vamos lá Optimus...confio em você! Agora, eu não posso ficar aqui, estou ferida. Tenho que me mandar.

Eu não acredito. Ela me deu essa bombinha para eu poder explodir o avião, por isso, preciso ser rápido. Vou me transformar em carro e vou até a rampa e colocar a bombinha lá.

Fui até o avião ele já estava decolando, ai porra, não vou conseguir eu não vou conseguir EU NÃO VOU CONSEG...CONSEGUI!!!! Legal, ai  explosivos, cuidado aí Optimus hehe. AI, UM CARA, AH TÁ NA HORA DO WRECKER STYLE!!!

Quem me ensinou esse Wrecker Style foi o Bulkhead, e olha...foi bem útil hein? Opa, um para quedas. Isso será útil. Legal, já coloquei a bombinha e está na hora deeeeeeee.....

EXPLODIR!!!!!!!

Hahaha isso foi demais rapaz! Muito legal. Bom, por fim das dúvidas, vou fazendo umas manobras muito loucas. Ai, abre essa porra para quedas. Ai abriu e lá vou eu, não! Na rocha de pinto não, nem pensar.

Pousei na cidade, bem, vamos agora tomar cuidado com essa maldita “pirorocha” vamos continuar. Essa cidade era muito estranha, depois de tudo isso, eu sentei um pouco em um banquinho que tinha lá e me aparece uma robô, bonita, com roupa toda rosa, adorei ela, achei muito bonita. Ela sentou do meu lado e começou a falar comigo.

-Nossa, como você é bonito.
-Er...obrigado, eu acho.
-Você já veio aqui em Las Payadas, terra do grande...
-Da Pirorocha? Não, por que?
-Por nada, pois, eu adoro um pau bem grande entrando em mim.
-Você é puta?
-Digamos que sim...e não. Mais, eu adoro aventuras sexuais.
-Pois eu não, e com licença que eu tenho que ir.
-Espera. Não vai nem me perguntar o meu nome.
-Tá, qual é o seu nome?
-Flareup. A Gente se vê por aí.
-Tá.


Quem é essa garota? Nem quero descobrir quem é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário