Páginas

sábado, 30 de novembro de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 76

Episódio 76 | O Dossiê

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Eu não acredito que ele está de volta...Kup e Ironhide. Esses malditos estão de volta para me assombrar. Eu não acredito, e é bem na casa onde estou, quase pertinho da favela...mais eu preciso ir, ou melhor...eu tenho que entrar.

-Olá Prime. Faz tempo que não nos vimos não é?
-Sim. Acredita que eu quase esqueci vocês?
-Ah, que compaixão...agora venha aqui! Algumas coisas aconteceram desde o nosso último encontro. Eu...estou sendo caçado, e posso perder o meu distintivo.
-Sei que vai consegui-lo de volta. Você sempre consegue.
-Você não entendeu não é, Optimus? NÃO É MANTER UMA PORRA DE UM DISTINTIVO.
-Escute, o homem. – diz Ironhide.
-Aff, fica quieto leitão laranja! – disse mentalmente, pois se falasse em voz, alta ele me pegaria.
-Somos da mesma laia, Prime. Você e eu. Estamos tentando nos tirar da lama. Se alguém pisa em mim, eu piso em você.
-Ai, onde está o Hernandes e a maldita carne? – diz Ironhide – Ele foi muito longe Kup?
-Parece que vocês estão um pouco irritados, não?

Quando eu menos percebo, o Kup me dá um soco na minha barriga e eu caio no chão. Maldito, se eu pudesse me vingar de tudo o que esses dois fizeram...

-VOCÊ GOSTA DISSO, AGORA? HEIN SEU MERDA! AGORA DEU PARA VER COMO ESTOU IRRITADO?

Depois desse soco, a churrasqueira que Ironhide estava preparando, pega fogo. Queria que o fogo pegasse nele também.

-WOW, MAIS QUE PORRA...
-LEVANTE-SE AGORA, SEU PUTO! Está prestando atenção? Tem um bairro abandonado por aqui. Rua Apa, lá existe um castelo abandonado. Vá até aquele castelo onde dois caras do FBI estão e pegue o dossiê e dê um fim neles.

Muito bem, como irei fazer isso, opa já sei! Com o meu helicóptero, lógico ah, meu Hunter amado...então...iii, já sei quem pode me ajudar nessa missão.

-Obrigado por me convidar cabritito.
-De nada Bee. Vamos amassar aqueles caras.
-Er...cabritito...
-Sim?
-Tu não acha que estamos planando demas?
-O Que?
-Voando muito alto.
-Ah, não acho. Está bom está altura. Por que? Tem medo de avião.
-Não irei dizer que si, mais tambien não irei dizer que no. Mais tenho um pouco de receio.
-Está bem.
-O Que devemos fazer?
-Você vai descer lá embaixo e vai distrair aqueles caras, e eu vou começar a metralha-los, ok?
-Como farei isso?
-Sei lá, diz que aconteceu algo mais importante.
-Tá, vou tentar.

Pousei o avião e Bumblebee desceu. Vamos ver o que ele vai fazer.

-GUYS!!! GUYS!!!
-Mais quem será esse verme?
-Venham rápido, está acontecendo uma guerra lá embaixo.
-VAMOS LÁ GENTE!!!
-Pronto cabritito.
-Ah...Welcome to Cybertron, bitches!

Ah, sempre quis dizer isso mais nunca tive oportunidade. Vamos lá, comecei a metralha-los e eles saindo correndo, como sempre, bando de covardes. Odeio covardes! Então...vamos avançar.

Depois de metralhar todos, pousei o avião, no meio da estrada.

-E Agora cabritito?
-Vamos procurar uma coisa.
-A Única coisa que eu achei foi esse monte de papel.
-DEIXA EU VER.
-EIII.
-O Dossiê. Ótimo, podemos voltar para a casa.
-Mas cabritito...
-VAMOS BUMBLEBEE!!!!
-Tá bem, eu vou.


HAH, agora estou com o dossiê, mais vocês acham que eu vou entregar para o Kup? Nunca! Isso ficará comigo...para a minha vingança!

Nenhum comentário:

Postar um comentário