Páginas

sábado, 19 de abril de 2014

Transformers: Uma Máquina Para Porcos | Capítulo 17

-Estou vivo! Estou respirando de novo! Subirei para clarear os céus e abrandar as águas! Girarei a roda desse planeta e a transformarei a um planeta só para as máquinas!!!
-Quem é você? O que quer de mim?
-Quem sou eu? HAHAHAHA!!! Você me faz rir, Prime. Não se lembra...do seu misterioso amigo?
-O que? Você era...
-Sim, eu sou aquele que te ajudou esse tempo todo, eu que prometi trazer sua amada de volta. Eu sou A MÁQUINA COM A QUAL VOCÊ TEM PESADELOS!!!
-Não é possível...ONDE ESTÁ ARCEE??? VOCÊ A PROMETEU, ONDE ELA ESTÁ???
-Ela está em um lugar seguro, agora minha hora chegou. QUE VENHA OS PORCOS, QUE VENHA GRIMMY!!!
-Arcee, me perdoe...eu não pude fazer nada. O que? Você...arrancou sua centelha...você...está morta!

...
...
...
-Optimus...
-E, emergindo, levantei minha cabeça, encarei um sol indiferente e amaldiçoei este mundo de dor e sofrimento. Nosso Império, cresceu com os humanos e agora, como Megatron fez, querem transformá-los em um mundo onde só as máquinas residem. Dei um último beijo na minha Arcee e fomos para a casa, nos amar pela última vez.

Arcee...meu...sumiu. Ela sumiu...estou tão...confuso. O que é isso? Uma máscara de porco e uma carta. Ai, várias máscaras de porco estão caindo. Eu não sei mais o que eu faço.

29 de Dezembro de 2009

Um homem pode se reconstruir? Um homem, sabendo quem ele é, no que se tornou, pode se despedaçar e começar do zero? As nossas almas são só isso, pequenas engrenagens interligadas e máquinas intricadas realizadoras de determinada função que, após reflexão, podemos defini-las, para uma nova tarefa? Um homem, definido por suas ações, definido pelo que agora ele considera abominável, pode decidir sabotar este corpo, está máquina, até as crianças da alma dele iniciarem um novo movimento? E pode ele despertar para se encontrar com um novo sol, um novo ano, uma nova década, com esperança no coração? Estico as mãos para deixar os meus fios à vista e me pergunto: a redenção é possível para uma criatura como eu? Se não for, então certamente é melhor morrer entre as minhas criações do que continuar a viver como um monstro.

Então...o sabotador era eu...eu...e o tal “amigo” que me ajudava, era a Máquina de meus pesadelos, mas...não me lembro de nada...

-Onde está? Onde está a minha mulher? Onde ela está? Cadê a minha Arcee?
-Por que ainda pergunta Prime? Você sabe a resposta.

Maldita Máquina. Eu tenho que desligá-la, mais antes...uma carta...até nisso...

31 de Agosto de 2009

As crianças são as criaturas mais maravilhosas e úteis. Os infelizes do orfanato se provaram indispensáveis na limpeza dos maiores canos de vapor. Ao que parece, é possível que matéria do processo de abate se vaporize na fonte, mas é transportado como pó pelo ar e se aloja nos canos, causando obstruções. Periodicamente desativamos a pressão e enviamos um dos garotos pelos canos para tirar a gordura reconstituída. Equipado apenas com uma vassoura encurtada, nossos pequenos exploradores se aventuram pela escuridão.

Claro, a pressão fica desativada apenas por breves instantes, então eles precisam ser rápidos ou correm o risco de ficarem encurralados e serem derretidos por vapores superaquecidos ao tentar voltar para o sistema. Depois enviamos os amigos deles para limpar a bagunça do resfriamento. Os sobreviventes me disseram que é possível chegar a todos os locais do complexo pelo cano. Eu sorrio, digo a eles que tenho orgulho. E os alimento aos porcos.

O que? Crianças como escravos? Isso nunca! Eu sou um homem muito cruel. Um alienígena cruel. Minha geração, os treze iriam me castigar por isso. Eu mereço a morte, para acabar com tudo isso...é só a minha morte, e para ver se Primus me perdoa pelo que eu fiz à essas pobres crianças...eu tenho que morrer!

Eu tenho que desativar o vapor. Ah, sim tirar os fusíveis, e abaixar uma alavanca. Agora sim, mais mesmo assim...para acabar com tudo isso...eu preciso morrer.

-O que está fazendo porquinho? Acha que vai me desligar de novo?
-ACHO! EU QUERO MINHA ARCEE DE VOLTA!!! Acho que isso...vai machucá-los? O fogo da purificação sempre queima, pequeno Prime. Mas ele limpa seu spark e o renova. Doeu quando se cortou? Agora, se pergunte se podemos salva-los.

-O que? Eu estou ficando louco. Eu não disse isso. ESSE NÃO SOU EU!
...
...
...

Ai...o que hou...ai não Tem um porquinho aqui, mais de novo. Mais uma carta. Espero que seja a última.

1 de Dezembro de 2009

Há uma colher com remédio, digo eu, e é uma colher de prata que já estava em suas mãos quando você nasceu. É muito doloroso para a pobre mãe, mas você segurou com tanta força e a segurou, chorando, com seu punho vermelhinho. Depois você usou a colher para cavar um buraco no jardim para ir até o México. Em seguida, com a colher, você comeu s vermes que encontrou no caminho para continuar gordo.

A colher é a mesma que você deu para seus gêmeos e que depois usou novamente para cavar um buraco no mecanismo das almas deles e devorou os corações como se fossem sopa para se manter gordo.

Minha toupeira gordinha, onde você cavará agora, pergunto eu, você e sua pequena colher d prata feita da coluna prateada dos seus filhos, e envolta pelo cabelo dos seus amados que fizeram a passagem?

Meu Primus, minha cara Arcee, o que eu me tornei?

Estou no centro dos canos, e tenho que sabotá-los, como um bom sabotador. Sim, claro. Vou destruir os canos, se conseguir controlar o vapor, eu mando isso aqui para os ares, isso, consegui, vamos ver agora sua máquina de merda!

Ótimo, dá pra acessar o outro lado, sim, o controlador de pressão, eu vou mandar esse lugar pelos ares e sim, vou precisar dos canos que eu destruí par poder mandar isso tudo para Unicron. Eu acho que não deu certo. Não encaixa de volta. Nossa...vai ser difícil de...ESPERE!!! JÁ SEI, VOU USAR PARA QUEBRAR AQUI ISSO DEU CERTO, VOU MANDAR TUDO ISSO PARA...AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH PORQUNHO, SAI DE MIM, AI ELE ME ARRANHOU ELE TÁ VINDO ATRÁS DE MIM, ISSO, SOBE PELO CANO, IGUAL O MÁRIO, SOBEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE AIIIIIIIIIIIIII MEU PRIMUS!!!!!! Ai, são dois porcos, meus Primus...sim, cheguei a superfície. Tenho que sir daqui antes que o vapor volte. Vou chamar algumas pessoas na rua para elas queimarem essa máquina de uma vez POR TODAS!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário