Páginas

sábado, 7 de junho de 2014

Trans "The Auto" Formers II | Episódio 12

Episódio 12 | Lune Less Gianvitto

Escrita por | Rafaela Trombini + Ingrid Trombini
Produção Executiva de | Natália Santos
Direção de | Rafaela Trombini + Natália Santos

Eu estava andando por Las Axalon, nossa...The Strip é linda mesmo. Me apaixonei. Quando olhei, uma mulher estranha ficava me olhando. Ela foi até a minha direção.

-Ei, você é o Bumblebee, não é? Sou Lune Less, sou a líder da Yazuka de Las Axalon. Fiquei sabendo dos seus trabalhos para a máfia Quintesson, e fiquei...impressionada com o que ouvi. Olhe, eu posso te dar muita coisa, se for o meu parceiro, e amigo. Você topa? – faço um barulho de sim para ela. – Muito bem, posso te dar um trabalho na minha organização mas...vai ter que cortar toda a sua relação com os mafiosos...matando Porter C. Powell. Em torno de três horas, ele vai estar saindo do clube, vá e mate-o, e depois, traga Optimus para mim, e podemos conversar, agora...com licença, preciso fazer algumas coisas.

Agora, eu vou ter que voltar para Old Alaxon, aff. Muito bem...vamos lá então, cheguei no clube do Optimus, subi em um telhado e mirei em Powell e atirei bem na cabeça dele. Optimus olhou e ficou muito assustado, e olhou para mim e foi até onde eu estou.

-Bee, desce aqui. – eu desci e fui até ele. – Você matou o Powell. Agora, eu estou em maus lençóis. – eu faço barulho de sugestão e digo uma coisa á ele. Ele parece me entender. – O que? Lune Less quer me ver? Por que? Enfim...vamos né.

Fomos até onde ela estava, nos transformamos e quando ele olhou para ela, ele ficou muito, mais muito assustado.

-Oi, Prime. Lembra de mim?
-Não pode ser...Lune?
-Sim, sou eu, depois que você e Powell mataram o meu marido.
-Espere, eu não matei ele, foi o Powell e o filho dele.
-O que?
-O Powell até me chamou, mais eu recusei, pois eu gostava do Prowl, quando eu fiquei sabendo eu fiquei chocado.
-Verdade?
-Sim, Lune. É a pura verdade.
-Acredito em você, mais mesmo assim, tenho trabalho á vocês. Este é um amigo, meu, Jazz.
-Ei, a Lune tem trabalho pra vocês, depois Bumblebee, passe no meio cassino que conversamos.
-Ele sempre está brincando com os meus brinquedos, mais, esqueçam dele por enquanto, tem alguns espiões dos Quintessions, e como você está em maus lençóis Optimus, vá ajudar Bumblebee a matar os espiões.
-Sim, Lune.
-E... quando for se redigir a mim é “senhora”, você trabalha para mim agora.
-Sim...senhora. Vamos Bee.

-Ela me deu as localizações, vamos matar esses idiotas.

Olha...era perto do cassino dela o que estava acontecendo. Tinha um monte de vigilantes mesmo.

-Cassino Four Dragons...hum...cassino de cybertroinianos japoneses, enfim...vamos voltar ao que interessa mesmo. Você, suba em cima do cassino pra gente matar esses caras.

Muito bem, eu mirei em todos que estavam em cima do prédio. Atirei na cabeça para dar headshot hahahaha. Tá parei.

-Falta mais um Bee. Do parque Belleville.

Fomos até o parque, onde tinha uma ilha, eles estavam lá.

-Vou jogar uma bomba lá.

O Optimus joga e tudo se explode hehehehe.

-Não podemos confiar muito na Lune, ela é gente boa mas...não podemos, e eu falo isso por nós dois. Tá? Vamos voltar para a casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário