Páginas

domingo, 29 de junho de 2014

Trans "The Auto" Formers II | Episódio 18

Episódio 18 | Acerto de Contas

Escrita por | Rafaela Trombini + Ingrid Trombini
Produção Executiva de | Natália Santos
Direção de | Rafaela Trombini + Natália Santos

Por que Sari me pediu isso...ela é...maluca...eu não sei...agora eu irei visita-la e veja...ela está treinando com o flango que eu salvei...enfim...é melhor eu ir e ver o que ela quer.

-Hum, você está aí...nos dias de hoje...é difícil termos várias importações. É por isso que temos o aeroporto. Um avião está jogando alguns pacotes pela água. Vá para lá, antes que os pacotes se percam.

Muito bem, vamos lá, olha só...os pacotes já estão sendo jogados, e eu aqui boiando...como sempre...como sou burro...vamos lá, catando os pacotinhos...opa, peguei os pacotes, agora...é uma corrida...o que é isso? É burrice ou algo do tipo? Meu Primus...que policiais burros...não dá pra acreditar...muito burros. Pronto...entreguei o pacote á Sari.

-Valeu Bee, ah, e tenho só mais uma tarefa pra você, e me perdoe, aqueles pacotes eram só iscas, perdoem-me, mas esse é o preço da grana. Meu real objetivo era esconder um avião, mais ele foi apreendido. Cruze a ponte e vá para Blackfield, onde você ficará até tudo isso acabar. Vá até o Aeroporto Francis International. Eu te pagarei infinitamente se conseguir. Vou te esperar como de costume. Agora vá.

Muito bem...atravessei agora estou em Blackfield, lar dos Decepticons...agora, deixe eu entrar no aeroporto...essa não. Decepticons, que ótimo. Então...vamos lá pegar o avião, eu liguei o botão do foda-se e peguei o avião e entreguei á Sari.

-Muito Bem Bee...mas...você não ficará em Blackfield? Lá é o lar dos Decepticons. Vá na construção que tem perto e descubra o que eles estão tramando.

Voltei e fui até lá e sabe quem eu encontrei? Sim, o Prime.

-Bee...por favor...não vá. Eu quero te ajudar. Eu sou seu amigo...deixe-me ajudar, por favor. – eu topei ele de volta, bom...pelo menos agora ele vai me ajudar. – Vamos, temos que descobrir o que os Decepticons fazem. Pegue o elevador que eu tomo conta dos soldados.

Fiz o que ele me disse, corri, e peguei o elevador, só espero não encontrar nenhuma surpresa lá.

-TIREM ISSO DAQUI! Somente Primus pode saber o que tem aí dentro.

Quando eu subi as escadas, eu encontrei ele...Starscream e Soundwave.

-O QUE??? – grita Soundwave, que parece ter voz agora.
-VOCÊ!!!! EU TE MATEI AQUELE DIA!!!
-Calma, fera. Vamos com calma. Calma, somos amigos aqui...calma...tenha calma...tome...
-Deixa de ser viado Soundwave.
-Não temos escolha, Scream.
-Não mesmo? Nós temos sempre escolhas. – ele atira em Soundwave e ele saí correndo.
-Perdoem-me. Putos cons são assim mesmo.
-Então...o puto foi embora. Mas...você e Optimus me fizeram um favor.
-BEE!!! O STARSCREAM FUGIU E...Lune...o que faz aqui? – pergunta Optimus.
-Não é só o Bumblebee que tem acertos com os Decepticons. Eles mataram o meu sogro. O avô dos meus filhos.
-NÃO! EU NUNCA MATEI UM YAKUZA!
-CALE-SE SOUNDWAVE!!! Eu vi o carro dos Decepticons lá, eu vi tudo. Agora, nós três, iremos ficar aqui e espionar vocês, seus merdas! E MATAR CADA DECEPTICON QUE AINDA RESTA NESSA MALDITA CIDADE!!! Os dois...me encontrem mais tarde...eu tenho coisas a tratar com vocês.
-Por favor, os dois, não me deixem aqui, por favor.
-A sua caixa de voz será útil. – diz Optimus. – Ela é sua, Bee, deixe eu por pra você.
-Isso não...eu to falando...PRIME EU TO FALANDO!!!
-Sim, eu percebi.
-Obrigado, muito obrigado mesmo.

Agora eu consigo falar, eu falo...meu Primus...só pode ser um sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário